DESENHO

  • Type DRAWING

OS DESENHOS EMPLUMADOS
[ THE FEATHERED DRAWINGS ]

O JARDIM MEDICINAL: AMOR PERFEITO


[ The Medicinal Garden: Heartsease ]

[ works in progress ]

esboços originais
[ original sketches ]

OS DESENHOS EMPLUMADOS
por Mariana Leal

Minhas novas experimentações no campo do desenho têm como elemento-chave uma família de formas gráficas que se apresentam à realidade por meio da ação espontânea da mão. São os meus “desenhos emplumados” – como costumo chamá-los: desenhos que costumo rabiscar distraidamente nas páginas dos meus cadernos de escrita ou em folhas de papel que estejam à mão. Eles são inicialmente traçados de modo incrivelmente rápido, sem que haja a intenção de representação. Os esboços originais vão sendo reunidos em “bancos de retalhos” aos quais recorro para a criação de novas séries de trabalhos.

Crio então esquemas visuais (composições, instalações) combinando essa iconografia que “vem de dentro” (meus desenhos emplumados) com categorias visuais distintas: conteúdos fotográficos, elementos pictóricos ou objetos presentes nos próprios ambientes. As visualidades resultantes são então associadas a significados poéticos.

Nesse processo de trabalho, além de explorar questões plásticas e poéticas, confiro às obras um teor narrativo, apresentando certas composições como cenas que se passam em realidades próprias – ao mesmo tempo físicas e extra-físicas. Por meio dos tratamentos visuais aplicados na execução dos trabalhos, procuro transmitir a idéia de que os desenhos são formas etéreas, menos densas do que os demais elementos com os quais compartilham o espaço de cada obra. Deste modo, as estruturas desenhadas podem ser vistas como entidades energéticas que vibram e navegam pelos espaços.

Crio mitologias que servem como pano de fundo para minhas séries e, num sentido poético, costumo dizer que meus desenhos emplumados são como entes de uma comitiva que me acompanha aonde quer que eu vá (porque vêm de dentro). Eles remetem também ao conceito de “assinatura energética” e em algumas séries podem ser interpretados como insígnias da minha energia, indícios da minha presença nos contextos em que me faço presente. Curiosamente, certos padrões gráficos que vêm à tona através dos desenhos que rabisco podem também ser encontrados na arte de povos com os quais possuo ligações ancestrais.

Minha produção artística inclui viagens e é permeada por movimentos de contato e troca energética com os ambientes. Além disso, é permeada por experiências de conexão interior e pela minha participação em práticas através das quais é possível acessar informações registradas em dimensões psico-emocionais. Em minhas novas séries estas experiências se convertem em tema para as obras e são referenciadas de maneira codificada.

AS GRANDES NAVEGAÇÕES

[ The Great Navigations ]

A ASCENSÃO DE DOIS DIAMANTES DE GOULD

[ The Ascension of two Gouldien-Finches ]

Este trabalho está associada a um fato anterior ao meu nascimento: uma gravidez de minha mãe que não veio à termo, na qual ela estaria esperando gêmeos. Esse episódio foi revisitado por mim durante práticas de Alinhamento Energético e Constelações Sistêmicas – métodos terapêuticos por meio das quais é possível içar registros dolorosos presentes no inconsciente familiar, a fim de liberá-los, ressignificá-los. O trabalho é portanto uma reverência amorosa a meus irmãos não nascidos.



Quando escolhi pintar estes pássaros tive a felicidade de descobrir que o nome da espécie continha a palavra “diamante”. O conceito de jóias está presente na poética de meu trabalho, numa relação simbólica entre os materiais preciosos do mundo (coisas encontradas debaixo da terra, debaixo do mar, dentro da concha) e as jóias “interiores” – conteúdos que se encontram abaixo do limiar da consciência.